Guillermo Lasso foi derrotado por Lenín Moreno no segundo turno eleitoral, por 51,15% a 48,85%. O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) do Equador decidiu nesta quinta-feira realizar uma nova recontagem de 1.275.450 de votos das eleições de 2 de abril, tal como solicitaram os partidos políticos de oposição Creando Oportunidades (CREO, centro-direita) e oficialista Alianza Pais (AP, esquerda). A decisão, que implica a revisão de 3.865 atas de votação, responde, segundo a CNE, às petições de ambas as legendas após a apuração das eleições, que dá a vitória nas urnas ao candidato da AP, Lenín Moreno, com 51,15% dos votos, enquanto que o opositor, Guillermo Lasso, obteve 48,85%. Em uma resolução adotada

close

Guillermo Lasso foi derrotado por Lenín Moreno no segundo turno eleitoral, por 51,15% a 48,85%. O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) do Equador decidiu nesta quinta-feira realizar uma nova recontagem de 1.275.450 de votos das eleições de 2 de abril, tal como solicitaram os partidos políticos de oposição Creando Oportunidades (CREO, centro-direita) e oficialista Alianza Pais (AP, esquerda). A decisão, que implica a revisão de 3.865 atas de votação, responde, segundo a CNE, às petições de ambas as legendas após a apuração das eleições, que dá a vitória nas urnas ao candidato da AP, Lenín Moreno, com 51,15% dos votos, enquanto que o opositor, Guillermo Lasso, obteve 48,85%. Em uma resolução adotada

Read more

Posted in Sem categoria

Veja todos os alvos de inquéritos autorizados pelo ministro do STF. Conheça as suspeitas e o que diz cada um dos investigados: na chamada ‘Lista de Fachin’. Além dos nomes na lista, outros políticos foram citados nas delações da Odebrecht. Veja abaixo todas as respostas obtidas até o momento: PLANALTOOs diretores da Odebrecht relataram um acordo em que o PMDB teria condicionado a assinatura de um contrato entre a Petrobras e a Odebrecht a um pagamento de propina de US$ 40 milhões. Delator diz que participou de encontro que estavam, entre outras pessoas, Michel Temer, então candidato a vice-presidente. O presidente Michel Temer diz que jamais tratou de valores com o

close

Veja todos os alvos de inquéritos autorizados pelo ministro do STF. Conheça as suspeitas e o que diz cada um dos investigados: na chamada ‘Lista de Fachin’. Além dos nomes na lista, outros políticos foram citados nas delações da Odebrecht. Veja abaixo todas as respostas obtidas até o momento: PLANALTOOs diretores da Odebrecht relataram um acordo em que o PMDB teria condicionado a assinatura de um contrato entre a Petrobras e a Odebrecht a um pagamento de propina de US$ 40 milhões. Delator diz que participou de encontro que estavam, entre outras pessoas, Michel Temer, então candidato a vice-presidente. O presidente Michel Temer diz que jamais tratou de valores com o

Read more

Posted in Sem categoria

Arquitetado desde 2016, o terceiro álbum solo do ex-Titãs Paulo Miklos está sendo gravado desde março deste ano de 2017 na cidade de São Paulo (SP). Músicas inéditas feitas pelo artista paulistano em parceria com Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos (País elétrico) e com Guilherme Arantes, entre outros nomes do universo pop brasileiro, compõem o repertório autoral do sucessor de Vou ser feliz e já volto (2001). O cantor, compositor e ator nunca tinha feito música com Erasmo e com Arantes. Já Arnaldo é parceiro deste os tempos em que ambos integravam o grupo Titãs. Produzido por Pupillo, sob direção artística de Marcus Preto, o primeiro disco solo de Paulo Miklos em

close

Arquitetado desde 2016, o terceiro álbum solo do ex-Titãs Paulo Miklos está sendo gravado desde março deste ano de 2017 na cidade de São Paulo (SP). Músicas inéditas feitas pelo artista paulistano em parceria com Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos (País elétrico) e com Guilherme Arantes, entre outros nomes do universo pop brasileiro, compõem o repertório autoral do sucessor de Vou ser feliz e já volto (2001). O cantor, compositor e ator nunca tinha feito música com Erasmo e com Arantes. Já Arnaldo é parceiro deste os tempos em que ambos integravam o grupo Titãs. Produzido por Pupillo, sob direção artística de Marcus Preto, o primeiro disco solo de Paulo Miklos em

Read more

Posted in Sem categoria

Jumana Nagarwala teria feito cirurgias em meninas entre seis e oito anos de idade. Acusada de realizar prática durante 12 anos, ela pode ser condenada à prisão perpétua. Por France Presse 13/04/2017 23h02 Atualizado há 25 minutos Uma médica foi detida na cidade americana de Detroit acusada de realizar cirurgias de mutilação genital em meninas entre seis e oito anos de idade, informou o Ministério Público nesta quinta-feira (13). A médica da sala de emergência Jumana Nagarwala, de 44 anos, originária da cidade de Northville, Michigan, foi acusada pela realização dessa prática declarada ilegal nos Estados Unidos durante 12 anos em um consultório da cidade de Livonia. Nagarwala foi apresentada a

close

Jumana Nagarwala teria feito cirurgias em meninas entre seis e oito anos de idade. Acusada de realizar prática durante 12 anos, ela pode ser condenada à prisão perpétua. Por France Presse 13/04/2017 23h02 Atualizado há 25 minutos Uma médica foi detida na cidade americana de Detroit acusada de realizar cirurgias de mutilação genital em meninas entre seis e oito anos de idade, informou o Ministério Público nesta quinta-feira (13). A médica da sala de emergência Jumana Nagarwala, de 44 anos, originária da cidade de Northville, Michigan, foi acusada pela realização dessa prática declarada ilegal nos Estados Unidos durante 12 anos em um consultório da cidade de Livonia. Nagarwala foi apresentada a

Read more

Posted in Sem categoria

Também no setor imobiliário, secretário de Habitação de Agnelo, Geraldo Magela, teria pedido R$ 1,4 milhão. G1 não conseguiu contato com as defesas. Por Mateus Rodrigues, G1 DF 13/04/2017 23h03 Atualizado há 15 minutos Vista aérea do condomínio Jardins Mangueiral, no DF (Foto: Gabriel Jabur/GDF/Divulgação) A concretização de uma parceria público-privada do governo do Distrito Federal com a Odebrecht – o condomínio Jardins Mangueiral, com 8 mil unidades habitacionais – só foi possível com o pagamento de propina a políticos, afirma um dos delatores da Odebrecht. Segundo o ex-diretor Paul Elie Altit, o ex-governador José Roberto Arruda (PR) pediu R$ 8 milhões como contrapartida. No mandato seguinte, o secretário de Habitação

close

Também no setor imobiliário, secretário de Habitação de Agnelo, Geraldo Magela, teria pedido R$ 1,4 milhão. G1 não conseguiu contato com as defesas. Por Mateus Rodrigues, G1 DF 13/04/2017 23h03 Atualizado há 15 minutos Vista aérea do condomínio Jardins Mangueiral, no DF (Foto: Gabriel Jabur/GDF/Divulgação) A concretização de uma parceria público-privada do governo do Distrito Federal com a Odebrecht – o condomínio Jardins Mangueiral, com 8 mil unidades habitacionais – só foi possível com o pagamento de propina a políticos, afirma um dos delatores da Odebrecht. Segundo o ex-diretor Paul Elie Altit, o ex-governador José Roberto Arruda (PR) pediu R$ 8 milhões como contrapartida. No mandato seguinte, o secretário de Habitação

Read more

Posted in Sem categoria

Bem-vindo ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

close

Bem-vindo ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

Read more

Posted in Sem categoria